segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Não saio, não saio e não saio

 
 
 
 

Um prédio de apartamentos solitário está no meio de uma estrada recém-construída, após um casal de idosos se recusarem a mudar.
 
Luo Baogen e sua esposa insistem em viver no semi-demolido edifício na cidade de Wenling, na província de Zhejiang,
na China, porque eles acreditam que a compensação para sua retirada oferecida pelo governo não é o suficiente.
 
Agora, o único edifício ainda de pé. Um bloco de cinco andares, é uma visão estranha ver os carros contornando em torno dele enquanto o casal continua a viver dentro.
 
Para garantir a segurança do casal, salas adjacentes do edifício foram deixados intactos, mas todos os seus vizinhos se mudaram para outros locais, de acordo com a mídia local.
 
A estrada pavimentada através da aldeia Xiazhangyang leva à estação ferroviária Wenling que ainda está para ser inaugurada oficialmente.
 
 
 
 
Sr. Baogen e sua esposa acreditam que a grana oferecida não seria suficiente para cobrir os seus custos de uma reconstrução.
 
Na República Popular da China, durante a maior parte da era comunista, propriedade privada foi abolida, tornando mais fácil para os residentes serem removidos,
mas agora as leis foram reforçadas e que é ilegal demolir propriedade pela força sem um acordo.
 
An elderly couple refused to leave despite plans for the road a railway station to be built directly where the building stands

 

The couple refused to movebecause they believed the relocation compensation offered by the government was not enough

 

Luo Baogen looks out on the new road to the city's railway station which is yet to be officially opened

 

Proof: Mr Baogen stands in front of his home holding the certificate that states he owns the land beneath it, meaning that he and his wife can't be forced to move away

 

Folorn: Mr Baogen looks wistfully across his new scenery, the tarmac from the new road waving haphazardly along the side of the building and demarcating the homeowner's land

 

Calm before the storm: The balcony from Mr Baogen's home looks peaceful now, but this is all likely to change shortly when the motorway surrounding the property is opened to traffic

 

Thinking laterally: When Mr Baogen refused to vacate his property, which was right in the middle of a planned route for a new motorway, the road builders refused to let this get in the way 


 
--
 
 
 
 

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails